sábado, 18 de julho de 2009

Sou o meu próprio problema,
Várias vezes tentei fugir de problemas,
mas eles sempre me alcançam,
então, cheguei à essa conclusão,
estou simplesmente cansada de mim,
ter de olhar minha cara no espelho todas as manhãs
e simplesmente não saber
o que realmente faço ali em pé.
a resposta da vida seria a morte?
Você vai vivendo para se responder,
quando dás de cara com todas as respostas,
a onde tuas perguntas sobre a vida,
simplesmente acabam.
Tudo que teu olhar me dizia
teus lábios distorceu.
Toda vez que preciso de ti,
é quando tu estás longe,quanto mais te conheço,
mais te tornas estranho.
o inicio da linha é simplesmente o fim dela,
realmente, os dias me causam questionários
os quais os anos não conseguem me responder,
porque quanto mais tu chamas a morte,
mais ela demora
pra te encontrar,
quanto mais grito,
mais meu coração me silencia .

Nenhum comentário:

Postar um comentário