segunda-feira, 20 de julho de 2009

Quando aquela criatura nasceu,
Seu destino já estava traçado,
não havia nada que o pudesse mudar,
Por mais que o adiasse,
O dia iria chegar,
À muitos séculos aquele ser havia feito à sua escolha,
E pagaria nessa vida por ela.
Em um lugar muito distante dos seus olhos
E próximo ao seu coração,
Aquele ser iria morrer entre suas mãos.
Não havia nada que a Esperança,
Pudesse fazer para libertar Assasin,
Agora não adiantava ela olhar para o passado,
Ela precisava enxergar dentro de seus olhos o brilho de sua alma.
Mas seus olhos negros, só refletiam a sombra do seu destino no espelho.

2 comentários:

  1. aaa' que liindinho *-* rsrs'
    minhamaridaéfamosabgs (K'

    ResponderExcluir
  2. Muito perfeito,só pessoas como tu conseguem escrever coisas tâo lindas

    ResponderExcluir