sábado, 18 de julho de 2009

Não gosto desse aê, mas tá valendo :S:S

Agora; consigo olhar nossas fotos sem chorar.
Eu consegui me perdoar.
Não imploro teu perdão,
Pois é agora que você está se iludindo.
Pois eu te amei.
Queria acabar com tudo ali,
Naquele momento'
Quando acordei,
coberta de sangue,me desesperei,
Pois eu havia esfriado a cabeça,
e eu não queria virar fumaça agora.
Se você não acreditou no que eu sentia,
Não havia porque morrer por você.
Eu acho que agora
quem não vai querer você sou eu,
Pois se eu estava com você, quando eu podia estar em outro lugar;
com outro alguém,
você preferiu acreditar no que você achava que era verdade.
Se o amor fosse tão forte assim,
Não teria acabado ali.
Talvez você realmente não me conheça,
Por mais que você acha que essa é a verdade,
você não devia fazer meu julgamento
me condenando'
Pois no juizo final,
talvez o condenado seja você,
nem sempre o réu é culpado.
Só acho que você ainda não sabe
A dor que é ser condenado
sem direito à defesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário